Review - The Walking Dead Season 1




VISÃO GERAL
Assim como nas HQs, o jogo de The Walking Dead narra a história de sobrevivência de pessoas em meio a um apocalipse zumbi – conhecidos como Walkers no universo da série. Seguindo o foco dos quadrinhos, o jogo tem mais ênfase no relacionamento dos personagens do que na luta contra os mortos vivos. E a melhor forma de traduzir isso em game é deixar a ação de lado e partir para um gênero mais interativo.

JOGABILIDADE
E a fórmula escolhida é algo como o estilo Point and Click, porém mais dinâmico, onde você controla o personagem, mas boa parte da ação está em interagir com objetos e personagens. O desafio é resolver pequenos quebra-cabeças usando itens encontrados e conversas com demais personagens. No caso de The Walking Dead, os diálogos são parte fundamental do gameplay, já que tudo que você influencia os acontecimentos seguintes. As suas escolhas decidem quais personagens ficam vivos e quais são sacrificados, além de moldar a personalidade do protagonista Lee.



ENREDO
Lee (o personagem principal) inicia o jogo na viatura policial, sendo levado em direção a cidade de Atlanta. Só que no caminho, alguma coisa estranha parece estar acontecendo. Carros e helicópteros da polícia passam no sentido contrário e o distraído policial acaba causando um acidente. Sozinho, machucado e com um passado misterioso, Lee encontra uma jovem garotinha e promete protegê-la. E assim começa a história.


The Walking Dead Episode 1 é relativamente curto, demora cerca de três/quatro horas para terminá-lo. No entanto, as diversas opções podem incentivar você jogar novamente para conhecer outros caminhos da história. Com uma história tão intrigante como a dos quadrinhos, The Walking Dead Game Episode 1 me surpreendeu positivamente. É um jogo simples e feito para todos os públicos, ressaltando o fato de que há bastante sangue, mesmo que animado.

O sistema de interação com o cenário e itens funciona de forma muito simples nos consoles: com uma alavanca analógica você controla o personagem e com a outra a retícula. O que torna The Walking Dead único é o seu sistema de ação que acontece em momentos mais críticos. Se você demorar, é game over. Isso adiciona uma dose interessante de ação a um gênero conhecido por ser bem parado. A solução da Telltale Games funciona perfeitamente de acordo com o propósito do game.


RESULTADO FINAL
Sem dúvida, a diversão é ver com suas decisões interferem diretamente na história a todo o momento. Suas respostas são lembradas pelos personagens e você decide o destino de muitos deles, que podem até acabar em tragédias inesperadas.


PS: Ainda há um DLC chamado 440 Days, que é bem curto, contando novas histórias de personagens desconhecidos.
Todos os direitos reservados. Gamesphera - 2016. Tecnologia do Blogger.