Especial Prévia E3 2015 - Duelo sem fim!


Fala amigos, neste ultimo documento da serie sobre fatos importantes que aconteceram na E3, hoje falaremos do lançamento da ultima geração de games.

Pouco se esperava da E3 de 2013, pois ja tinha sido apresentado ambos os consoles da Sony e Microsoft, mas o hype criado para os futuros jogos deixou todos na vontade de acompanhar tudinho que iria ser apresentado na E3.


O clima de rivalidade era inevitável.


A Microsoft foi a primeira a subir ao palco para mostrar um pouco mais do seu novo console. Anunciado inicialmente em um evento dedicado exclusivamente para ele poucas semanas antes da E3, o Xbox One desagradou e decepcionou muitos fãs e entusiastas. O foco excessivo dado às capacidades de entretenimento do aparelho colocaram em xeque suas verdadeiras capacidades como videogame. Àquela altura, muitos se perguntavam se a Microsoft continuaria falando de TV ou se finalmente falaria do que realmente importava: games.

No palco da feira, Don Mattrick conduziu uma apresentação morna e incapaz de responder às principais questões que surgiram naquele meio tempo: o Xbox One exigirá conexão permanente com a Internet? Poderemos jogar títulos usados no console?

A única dúvida esclarecida foi sobre o preço do Xbox One: ele chegaria às lojas custando US$ 499. Muitos acharam o valor justo e tudo estava bem. Até que a Sony subiu ao palco.


Privilegiada por ser a última empresa a se apresentar na noite, a japonesa soube aproveitar o momento. A cadência impressa na apresentação deixou fãs e profissionais sedentos pelo que realmente importava. Alguns jogos foram apresentados e não demorou muito para o PlayStation 4 ser finalmente revelado. Aplaudido de pé, o console teve suas especificações reveladas, arquitetura comentada e mais um punhado de jogos apresentados.

Quando tudo parecia bem, ao fim da apresentação, Jack Tretton soltou a bomba e revelou que o PlayStation 4 não contaria com nenhuma das limitações que o Xbox One apresentaria. Nele seria permitido rodar jogos usados e não haveria nenhuma exigência de conexão permanente à internet. Para fechar a noite com chave de ouro, o valor inicial do aparelho seria US$ 100 inferior ao do Xbox One.

O público vibrou e esse foi, sem sombra de dúvidas, um daqueles momentos da E3 capazes de converter até mesmo quem era fã de longa data do Xbox 360 e simpatizante da Microsoft.

Bom amigos, essa foi nosso resumo dos principais fatos que já aconteceram na E3 ao longo destes 20 anos de existência. Agora é esperar por mais um evento repleto de novidades!!
Todos os direitos reservados. Gamesphera - 2016. Tecnologia do Blogger.