Zona Pixel - Season Pass: A "desculpa" da indústria para entregar um game incompleto


Não tinha a menor dúvida de que o último título do homem-morcego - Batman: Arkham Knight seria um sucesso estrondoso, à sugar nossas vidas sociais. Mas, Arkham Knight está gerando uma grave controvérsia que poderia ter sido evitada e que talvez “manche” o belo trabalho da Rocksteady Studios, e também da Warner Bros. Entertainment. Se ainda não sacou do que estou falando, trata-se dele o “famigerado” Season Pass, ou Passe de Temporada, que irá custar tanto quanto alguns novos lançamentos por ai.


Em algum momento no passado, alguém (sabe-se lá quem teve essa brilhante ideia...) decidiu que os Season Pass poderiam e deveriam ser inflados até à exaustão com conteúdos (inúteis e dispensáveis, muitas das vezes) para que o seu preço fosse “justificadamente” elevado mas não visto como exagerado. A ideia de lucrar ao máximo com o investimento, é aceitável e por outro lado é compreensível.

Com esse pensamento, alguém decidiu que a quantidade dos conteúdos ofertados, independentemente da sua qualidade, seria uma ótima justificativa para a prática dos preços elevados. Jogos como Assassin's Creed III ou Assassin's Creed: Unity foram exemplos de como os Season Pass podem destruir a reputação de um jogo. Não que o jogo em si seja ruim. Não são. Mas imaginemos o quanto a indústria poderia cortar o conteúdo de seus jogos, apenas para nos venderem mais tarde como algo extra, posteriormente e potencialmente por um preço mais elevado?


E recentemente Mortal Kombat X decidiu manter tais modelos, como os mais descarados e repugnantes da indústria. Talvez seja mera coincidência, o fato de ser também da Warner, além de diversas edições diferentes por jogo, e ainda ser manchado por um Season Pass que custa cerca de US$ 30,00 (R$ 70,00) e não inclui todos os conteúdos. Como assim ?!?


E iguais ou piores à ele, temos o caso do Evolve, com skins de armas por R$ 10,00, o que nos faz crer que estão efetivamente “cortando” conteúdos que poderiam perfeitamente estarem incluídos no disco original, para serem vendidos mais tarde como um extra. Sinistro... Embora, convenhamos, isso não é nenhuma novidade, mesmo porque a própria Warner com Injustice, Arkham Origins, LEGO Batman 3 entre outros, já praticava essa ideologia capitalista extrema. Será essa uma tendência de mercado que veio para ficar ou está na hora de alguém dar um basta nesse lance predatório?

Até mesmo com promoções em pré-vendas nas quais podemos comprar a preço reduzido, o jogo e o season pass, infelizmente são práticas abusivas cada vez mais frequentes em nossas vidas que deveriam ser banidas. Quando adquirimos um jogo, entendo que reservamos o direito de acesso ao conteúdo pleno daquele jogo. Simples assim. Mas infelizmente, são decisões como essas meramente corporativas pela na busca do lucro e mais, e mais receitas. Creio ser justo, alguém a qualquer momento entrar em debates sobre moralidade e competência de tais atos puramente capitalistas, sem qualquer importância ao alvo final – Nós, consumidores e acima de tudo GAMERS.

Se já não fosse o suficiente ter que desembolsar mais R$ 70,00 para ter o season pass de Mortal Kombat X e ainda ter que pagar para ter outros conteúdos não contemplados por esse valor, soube à pouco tempo que só com o season pass de Arkham Knight é que poderemos desfrutar de toda a criatividade e imaginação da Rocksteady. Sabedor do que são capazes de fazer, logicamente que fico com aquela a pulga atrás da orelha, na vontade de adquirir o passe e receber os conteúdos extra, mas sou completamente contra tal prática mercantilista e não devo (e não QUERO) fomentar esse modelo de negócio abominável. Sendo assim, quem perderia mais? Eu por perder a diversão completa? A editora em explorar ao máximo seu produto, claramente prejudicial ao consumidor gamer? Ou novamente a desenvolvedora que não consegue, nesse modelo comercial, oferecer um produto plenamente completo aos seus fãs?

Por esse valor, R$ 70,00, podemos comprar alguns bons títulos entre lançamentos e bons jogos usados, teremos aqui novamente o famigerado season pass de Arkham Knight e acesso a conteúdos muito variados. Além de uma campanha inteiramente nova com Batgirl, teremos ainda a possibilidade de receber novas missões, jogar com os principais aliados em novos modos, mais Batmobiles, mapas de desafios e skins para os personagens. O cerne da questão agora é: Por que é que tudo isso já não está incluído no jogo?


Simples resposta! Fazer com que os gamers continuem a gastar com a mesma produtora em que o game foi gerado. Só por isso e nada mais. Afinal de contas, vivemos em um ambiente capitalista e ela (Warner, assim como outras por ai) tentam evitar ao máximo que o fluxo monetário fomentado pelos jogadores no momento do consumo, seja desviado à Ubisoft, EA ou outra qualquer. Cabe apenas à você decidir onde investir o seu dinheiro ao adquirir os inúmeros games, complementos, DLCs, etc..

Particularmente, ceifar e capar os games de conteúdos assim dessa forma, é ao meu ver, um ato ardiloso e até certo ponto, criminoso. Mesmo que o estúdio não tenha tempo para incluir tudo no desenvolvimento antes do seu lançamento, deveria ter no mínimo um pouco mais de respeito ao consumidor/gamer. E o que falar dos atuais problemas técnicos com a versão de PC e bugs nas versões de consoles. Prefiro não comentar...

Não que seja a única a adotar essa prática, a Warner Bros. Interactive (em Batman: Arkham Knight) foi apenas uma como exemplo de companhia que escolheu adotar este modelo (lembra-se de Shadow of Mordor?) que infelizmente reflete em outras como Ubisoft ou EA. Não falta muito para soltar um grito preso na garganta: BASTA!!!

MENÇÃO HONROSA:

  • CD Projekt Red – Essa desenvolvedora merece todos os nossos cumprimentos, pelo carinho, honestidade, dedicação e empenho ao entregar um game COMPLETO e fabuloso como The Witcher 3. Não apenas pelas qualidades técnicas, mas pelo esmero em oferecer conteúdos adicionais sem qualquer custo, tendo em mente a plena diferenciação entre uma EXPANSÃO e um DLC. Parabéns em meu nome, de todo o time do Gamesphera e de todos os gamers do planeta!
De tudo o que foi exposto, queremos saber qual é a SUA opinião sobre esse tema?

Não deixe de comentar! Mande-nos um email ou poste em nossas redes sociais.
Todos os direitos reservados. Gamesphera - 2016. Tecnologia do Blogger.